Our Blog

4 dicas para aprimorar a segurança de dados na era do BYOD

Segurança de Dados para BYOD

4 dicas para aprimorar a segurança de dados na era do BYOD

Possuir uma boa política de segurança de dados é fundamental para qualquer negócio. Hoje, o número de ameaças que podem atingir um empreendimento cresce diariamente.

Políticas operacionais como o BYOD fazem parte do ambiente corporativo de vários empreendimentos, pois esse tipo de estratégia tornou-se ainda mais importante, uma vez que o número de vulnerabilidades que podem aparecer com essa metodologia é alto.

Nesse cenário, várias estratégias podem ser adotadas por gestores de TI para tornar as suas técnicas mais eficientes e a sua infraestrutura mais robusta. Quer saber as principais? Então veja o nosso post de hoje e saiba como fortalecer a sua política de segurança digital na era do BYOD!

1. Criar uma política para dispositivos dos funcionários (BYOD)

Ao adotar o BYOD, muitas empresas acabam perdendo parte do controle sob os aparelhos que são utilizados pelos funcionários. Esse cenário pode expor o negócio a vulnerabilidades não detectadas e outros riscos de segurança. Diante disso, uma estratégia que pode ser utilizada é criar uma política específica para os aparelhos que serão integrados ao BYOD.

Essa política pode conter normas para atualizações, uso de sistemas de VPN e criptografia de dados. Com um rígido controle e um alto padrão de segurança, a empresa conseguirá impedir que pessoas obtenham o acesso não autorizado às suas informações internas.

2. Educar os funcionários e colaboradores

Grande parte dos problemas de segurança no mundo digital ocorrem por falhas de usuários. Justamente por isso, a empresa deve garantir que todos os seus profissionais conheçam as melhores táticas de segurança e privacidade do mercado. Assim, as chances de um ataque obter sucesso serão reduzidas drasticamente.

Boas práticas podem ser divulgadas de várias formas. Mas, seja por e-mail ou a realização de cursos, o gestor de TI deve garantir que todos os profissionais conheçam o seu papel na busca por uma infraestrutura de TI mais robusta e confiável.

3. Utilizar ferramentas e tecnologias de proteção

Por mais robustos que sejam as políticas de controle de acesso e o conhecimento dos usuários, o uso de um sistema de segurança ainda é necessário para garantir que todas as informações da empresa estejam corretamente isoladas.

Com a adoção de ferramentas de proteção, o negócio conseguirá detectar malwares e outros tipos de ameaças rapidamente. Vale destacar, também, que o filtro de e-mail terá uma capacidade maior de identificar mensagens falsas, removendo links e anexos com códigos maliciosos automaticamente.

4. Monitorar e controlar o acesso e uso dos dados

Uma vez que novos aparelhos tenham acesso à infraestrutura de TI do empreendimento, o gestor de TI deverá implementar medidas que garantam à empresa a capacidade de monitorar os seus sistemas. Isso dará a técnicos e analistas uma visão ampla do que acontece no negócio.

Os softwares de monitoramento funcionam em conjunto com a política de controle de acesso. Com eles, será mais fácil identificar contas comprometidas e dispositivos que possam colocar o negócio em risco. Assim, medidas corretivas conseguirão ir direto ao ponto, eliminando a fonte do problema com precisão.

E você, o que faz para manter os seus funcionários com alto índice de produtividade e segurança em um mundo dominado pelo BYOD? Conte a sua experiência com a segurança de dados!

Tags:

Show Comments (0)

This is a unique website which will require a more modern browser to work! Please upgrade today!